sábado, 13 de abril de 2013

Como traumatizar crianças

 Ontem tive uma visita de estudo à Capital (Começo a achar que a professora de história tem algum fetiche com a Lisboa) e como éramos apenas meia dúzia de cachopas do meu ano decidimos ir para o último banco. Sim, aquele onde os meninos mal comportados vão... E o que acontece quando nos juntamos todas?  A conversa, por mais que uma pessoa tente não o fazer, acaba sempre por ir para o tema sexo. Juntemos a isto a nossa veia teatral e musical e montamos logo ali um show capaz de fazer o pessoal todo rir. Às páginas tantas os miúdos que iam no nosso autocarro estavam todos virados para trás e a rirem-se das nossas parvoíces. Uma das minhas amigas ia sozinha e chamou um puto para junto de nós, penso que das duas uma: a) o puto vira tarado sexual graças a nós ou b) temos que pagar um psicólogo para o puto. Depois há sempre um amigo especial que nós adoramos: o Fernando! Quem é o Fernando? É o nosso amigo imaginário comum, mas ele não gosta que lhe chamemos isso. Arranjamos-lhe um um banco e tudo para ele sentar-me! 
 Conclusão: traumatizamos os putos, as professoras perderam a esperança de um dia sermos raparigas normais e deixamos umas quantas pessoas em Lisboa a pensar que éramos retardas mas cómicas. Somos felizes assim e isso é o que importa!

3 comentários:

Anónimo disse...

Mas que idade é que tu tens?!

Relojoeiro disse...

«Somos felizes assim e isso é o que importa!» Disseste tudo. :)

Melany disse...

r: Vejo Skins no Wareztuga (: