segunda-feira, 14 de maio de 2012

Pretérito Perfeito



'Cause nothin' lasts forever
And we both know hearts can change
And it's hard to hold a candle
In the cold November rain

 
O meu amor por ti está conjugado do pretérito perfeito, acabou, ficou concluído. Não és um pretérito imperfeito, que ainda não terminou, nem presente. O meu presente e o meu futuro (?) está a ser conjugado com outra pessoa. Não enchas-me a cabeça com histórias, histórias essas em que nunca te esqueci. Isso são meras alucinações! Deixa-me viver o meu presente em paz e sossego, deixa-me conjugar o verbo amar com quem eu quero! Tu já conjugas o verbo amar há algum tempo e eu nunca tentei impedi-lo, nunca tentei que cometesses erros gramaticais, pois não? Deixa-me conjugar então o meu presente do verbo amar. Eu amo, tu amas, eles amam(-nos), esclarecido? Esqueci-te. 

2 comentários:

*LaVieEnBleu* disse...

Também já reparei que há pessoas que realmente precisam dumas aulas de gramática... Felicidades*

Ângela Sousa disse...

Adoro a música :)