quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Sem rodeios

  Amei-te como nunca amei ninguém, agora falemos a sério! Sem exageros ou falsidades! Amei-te demais, muito mesmo. Amei-te ao ponto de não me importar de dar a minha vida por ti, se fosse necessário. Deixaste-me fugir. Espero que encontres alguém que te ame mais do que eu, sinceramente. Até um dia, isto é um ponto final.

2 comentários:

Diogo Marques disse...

O amor nunca é em demasia...e ao mesmo tempo é sempre insuficiente.

ângelasousa disse...

Às vezes a decisões mais difíceis são as mais acertadas.