domingo, 6 de novembro de 2011

Na minha cabeça

 Eu e tu fugimos de casa numa noite qualquer. Apanhamos um comboio ou um avião para onde nos apetecer, viajamos pelo mundo, conhecemos lugares e pessoas, vivemos novas experiências, aprendemos novas culturas e relacionamos-nos com novas gentes. Eu ganho dinheiro de contos e poemas avulso, tu cantas na rua. Eu vou a todas as bibliotecas que conseguir, tu conheces os recantos dos teatros. Um dia acabavas na terra dos sonhos, uma estrela de cinema. E eu na cidade que nunca dorme, finalmente conseguia escrever algo de jeito. Mas, isto é só na minha cabeça. Não passamos de duas miúdas que vivem num sítio tão pequeno que é raro encontrar-se no mapa. 

3 comentários:

ângelasousa disse...

Ai que sonhos bons, dá para partilhar ?

ângelasousa disse...

Ehehhe junto-me mesmo :)

Wild Things disse...

I wish I could..