segunda-feira, 29 de abril de 2013

Nico volta a atacar

 Se há coisa que faz-me comichão é o escritor Nicholas Sparks, desculpem-me lá mas aquilo parece-me que independentemente de qual seja o livro parece tudo o mesmo. Primeiro foi a minha mãe a ser atacada pela febre, depois as minhas amigas, depois ofereceram-me um livro dele no meu aniversário e agora isto: 
 C.: Atena, a tua vida se fosse um filme seria o Dear John! É tããão romântico! 
 Eu: Ó mulher, tu pensa-me em algo melhor! Não há coisa mais triste e deprimente.
 C.: Mas é verdade, olha para a vossa história!
Agora até comparam a minha vida aos livros do senhor! Poupem-me, está bem? Não gosto do senhor, não vale a pena insistir.

5 comentários:

Mais um blog de gaja disse...

well well, tambem nao gosto dele. mas há que reconhecer que dentro do género que escreve é muito bom!

http://maisumblogdegaja.blogspot.com/

Jane disse...

Admito que já li alguns livros dele, mas sim... Prefiro outro dito de leitura!

Mais um blog de gaja disse...

Também tive literatura durante dois anos, continuo a ter tecnicamente, na universidade, e mantenho a minha opinião. O facto de se ter uma disciplinazeca de literatura durante dois anos não faz de nós mais ou menos sabidos no assunto. Experiência própria ;)

O Sparks escreve corretamente e não é superficial. Consegue ser inovador até um certo ponto. Ele não é nenhuma Margarida Rebelo Pinto ou uma E. L. James; está uns furos bem acima desse tipo de "escritor". E, lá está, capta a atenção do leitor. Isso é importante, não deve, de todo ser desvalorizado. Principalmente tendo em conta o tipo de histórias de que se trata. Ele é um bom escritor dentro do género que escreve, que, pessoalmente, dispenso bastante. Mas não lhe retiro mérito nenhum. Pelo contrário.

Iva Araújo disse...

Eu li "As Palavras que nunca te direi" numa madrugada e tive vontade de cortar os pulsos! Que coisa mais pirosa, nada a ver comigo e nunca mais peguei em nada dele, porém vi o filme "A Melodia do Adeus" e achei piada -confesso que foi num daqueles dias super aborrecidos que não tens mais nada para fazer - mas não estás sozinha ;).

Melany disse...

Já li dois livros dele, adoro mesmo o ''Sorriso das Estrelas'', já vi alguns dos filmes mas tou cause sempre a adormecer x)