quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

 São uma pessoa de paixões. Gosto de apaixonar-me pelas coisas, pelas pessoas, pelas atitudes, pelos gestos, pelas palavras, pelos olhares, pelos sorrisos, pelas músicas, por os livros, pelos momentos, pelas memórias, por coisas boas inesperadas. Sou uma pessoa que quando gosta, com com todo o coração. Aqui não há lugar para meio-termo. É chato pensar com com o coração, mas não sei viver senão assim. 

5 comentários:

Logan disse...

também sou um pouco assim e quando vejo que não consigo sair do meio termo fico desanimado :|

Miguel Silva disse...

Mesmo chato. O coração tira-nos a racionalidade...

Iva Araújo disse...

"Na vida a só ser
O que o amor disser
O que o coração quer"

"Tem mais sabor se é por amor"

Coração esse bandido mas o nosso melhor amigo :)

Iva Araújo disse...

No meu filme preferido de sempre, Mulan diz que o nosso dever é para com o nosso coração! Seguir o coração e os nossos sentidos/intuições

Jessica Mendes disse...

Muito eu! :)