segunda-feira, 9 de abril de 2012

Guerra dos sexos

Quem é leitor assíduo do meu blog há algum tempo e acompanhada nestas andanças desde o meu antigo blog (que devem ser poucos ou nenhuns), sabe que o meu pai não foi uma presença constante na minha vida e causou-me vários problemas. Devido à ausência dele, a minha mãe desempenhou o papel de mãe e pai simultaneamente com a ajuda da minha avó materna. Ora, basicamente foi criada por mulheres fortes, dinâmicas e independentes que como se diz, “agarram o touro pelos cornos” e “vão à luta”. A única presença masculina regular na minha vida era o meu irmão mais novo. Isto levou-me a criar uma mentalidade diferente das outras pessoas… Porquê? Como o meu pai estava tão ausente só causava-me problemas psicológicos, comecei a pensar que as mulheres eram mais fortes de que os homens. Na minha cabeça, nós mulheres, eramos o sexo forte. Nunca na minha vida um homem tinha provado ser “decente”. Durante imenso tempo achei os contos de fadas uma enorme palhaçada! Qual príncipe encantado num cavalo branco? Eu sempre acreditei que as princesas deveriam salvar-se a si próprias. Muitos anos depois e muitas horas passadas com psicólogos, a minha mentalidade mudou. Igualdade dos sexos, foi no que comecei a acreditar. A entrada do meu padrasto na minha vida também teve uma grande contribuição para isso. Será que afinal existem mesmo príncipes? E depois deste post, no blog da Wild Things, fiquei a pensar que as pessoas têm uma mentalidade muito errada sobre o amor. Meus caros, os homens sofrem tanto como as mulheres! Ou talvez, ainda mais! Eles foram educados para serem fortes e não mostrar sentimentos. Nós fomos educados a deixarmo-nos salvar por eles. Penso que é bastante errado as mulheres dizerem “os homens são todos iguais”. Maior mentira de sempre! E não, eles também não pensam 24/24 horas em sexo! E nem todos gostam de mamas grandes, ok? E eles não têm sempre as culpas todas. E alguns preferem as raparigas/mulheres aos vídeo jogos! E ainda há cavalheiros! E outros mitos criados à volta dessa raça tão misteriosa para as mulheres. Já tive conversas honestas com rapazes e homens sobre amor, sexo, mulheres, etc. E fiquei muito surpreendida! Os homens não são assim tão maus! Só como exemplo… Tenho um amigo que para tentar conquistar uma rapariga numa saída de amigos disse-lhe que iria escrever-lhe uma carta em vez de lhe pedir o número de telemóvel, comprou-lhe um ramo de rosas e pediu a ajuda dos amigos para fazer uma serenata à moça. A partir disso tentou de tudo para conquistar a moça, mas por influência de uma amiga tinhosa, a rapariga deu com os meus pés ao meu amigo, “ele é tão totó! Quem é que oferece rosas? E uma carta? Puf!”. Na minha opinião ela tinha era uma grande dor de cotovelo. O que é certo é que o rapaz apanhou um desgosto de amor enorme quando soube que a “miúda dele” trocou por um rapaz que a desrespeitava-a e tratava-a mal. São episódios destes que fazem-me espumar de raiva pela boca! Sofrer por amor é fodido, é sim senhora! Quer se seja homem ou mulher, todos temos um coração. Nem sempre as mulheres são as mulheres são as mais sensíveis e românticas, já tive um namorado que era lamechas até enjoar. Quantas mensagens recebi a perguntar “O que estás a fazer?”, respondia o que calhasse e logo a seguir, depois de perguntar “E tu?” (para ser simpática) já sabia o que vinha, “A pensar em ti”. Claro que esta relação acabou tão depressa quanto começou, não tinha paciência! Não era homem para mim, nem eu mulher para ele. Tenho perfeita noção do meu feitio complicado e não é qualquer um que tem estofo para isso. Portanto, parem lá com as guerras. O que está para nós, às nossas mãos vem ter. Desgostos de amor fazem parte da vida e nós mulheres por vezes ainda somos piores que eles. Não existem homens e mulheres perfeitos, pois não? Então deixem-se dessas coisas! Peace and love J

4 comentários:

Chapeleiro disse...

uma das coisas que mais me revolta enquanto homem é a concepção de que, quando um homem traí, é só pelo sexo, quando a mulher traí, é sempre por mais alguma coisa... como se o homem também não precisasse dessas coisas todas...

Sweet Hel disse...

Eu acho que passei uma ideia errada nesse post, eu não acho que os homens não sofrem por amor, acho que é raro mais raro acontecer mas quando acontece sofrem muito (como nós quando partimos completamente o coração).
Concordo contigo, há grandes homens e grandes mulheres e depois há amostras que não valem nada. Sempre foi assim... Eu vivo com o meu pai mas o valor dele para mim é 0, mas conheço grandes homens.. tudo é relativo.
E sim, as princesas deviam salvar-se sozinhas :)

Ângela Sousa disse...

Concordo plenamente contigo...
Há mulheres bem piores que maior parte dos homens...
Todos temos sentimentos, temos é que respeitar isso!

Miguel Silva disse...

Existem homens bons, mas são quase sempre esses que ficam sozinhos...