sexta-feira, 23 de março de 2012

Eu sou sempre a doida.

Conversa sobre saídas à noite entre a turma quase toda. Dou-me com pessoal "da pesada", que fuma, que bebe e de quando em vez, gosta assim de umas coisitas mais "hardcore". Mas no fundo até são boas pessoas ou não fossem eles meus amigos. E vamos ser honestos, todos nós temos os nossos momentos de loucura, especialmente na minha idade, não é assim? Gostamos de festa. Mas na minha turma há chamadas "sonsinhas", criaturas conhecidas mundialmente por andarem sempre debaixo das saias das professoras, terem média de 18, irem à missa todos os domingos (pelo menos as que conheço) e tremem de medo a ouvir as seguintes palavras: drogas, sexo, álcool, tabaco, saídas à noite, bebedeiras, mocas, rapazes e de novo drogas, sexo e álcool. Ah! E quase que esquecia-me de uma das características mais famosas, têm mentes quadradas. Ora, isto a mim causa-me impressão... Isto porque já fui uma delas. Oh yeah, babe! Até ao dia que comecei a ver que o amor é lindo e que provei vodka. Tabaco e drogas é continuo a não quer porque já amigos meus a perderem-se por causa disso e hoje nem sei quem são. Mas mudei a minha forma de ver o mundo, tornei-me uma pessoa com uma mentalidade mais aberta e mais expansiva. Comecei a apreciar conhecer novos mundos. Dou-me com pessoal de todo o tipo, mas as sonsinhas continuam a causar-me impressão. Como já fui uma delas, custa-me vê-las assim. Mas cada um é como é, tenho noção disso. Não me resta outra alternativa senão respeita-las. Mas quando uma delas faz um comentário em relação aos bares que frequentamos, algo do género "As pessoas decentes, como eu, não frequentam esses sítios!". O quê? Eu não sou decente? Eu não sou decente, tu estás a rebaixar e desrespeitar os outros. Cada um faz o que quer, lá por eu frequentar bares e beber não quer dizer que seja má pessoa. Quer dizer que gosto de divertir-me! Ok?

9 comentários:

Sweet Hel disse...

Concordo tanto contigo!!!

Sofia disse...

Não ligues a esses comentários. Cada qual é como quer, desde que seja feliz é o que interessa. :)

Um beijinho e bom fim-de-semana.

Iva Araújo disse...

Bem... Cada vez mais gosto de ti e não te conheço, jesus! És tão eu, que até mete impressão. As sonsas são sonsas porque não conseguem ter personalidade, são aquilo que os pais querem e como os que estão a sua volta são diferentes delas criticam... Mais tarde ou mais cedo ouves que uma delas está grávida e tu perguntas como se ela não partia um prato? Bem, fingia muito bem.
Eu dou-me com todo o tipo de gente desde sempre, no secundário fazia parte de todos os grupos (góticos, betos, os skaters, as sonsas) e também tinha o meu... Essas pessoas não são felizes porque não vivem a vida, aquilo que tu fazes eu já fiz e ainda faço, chama-se viver a adolescência. Mais tarde serão frustradas porque não viveram as coisas na altura certa... Não ligues ao que essa gente diz, vive a vida porque a vida é só uma e sem arrependimentos porque arrependimentos deixam-te presas ao passado! Saí à noite, apanha bebedeiras, fuma ganzas, experimenta coisas novas desde que faças por ti e que t divirtas... Quem são pessoas decentes afinal de contas? Hoje em dia que os valores morais estão todos trocados? Filha, aproveita a vida e quando uma delas fizer o comentário desses diz... sorri apenas! ;)

Iva Araújo disse...

E quem é nunca foi jovem ? E quem é que nunca fez loucuras na vida? Poupem os moralismos, e deixem para quem os pratique.

Bad disse...

Tem de haver um certo equilíbrio. Eu também vou à missa todos os domingos, também tenho média de 18 mas também gosto de sair e divertir-me. Bebo em festas mas sei beber. E acho que não é por fumar ou beber que me divirto mais.

IceQueen disse...

Realmente temos que nos respeitar uns aos outros. Eu, por exemplo, não gosto de discotecas e arranjo melhores maneiras de me divertir, mas não ando por aí a dizer que quem frequenta discotecas não é decente. Cada um tem os seus gostos, podemos não perceber como certas pessoas gostam de certas coisas, mas devemos no mínimo respeitar isso em vez de criticar ou rotular logo alguém

IceQueen disse...

É mesmo lamentável. Antes também fazia coisas para agradar aos outros, mas agora que se lixe.

Eu também nunca estudava inglês e tinha sempre das notas mais altas x) mas ler artigos em inglês de não sei quantas páginas é cá uma seca --'

ângelasousa disse...

Concordo completamente contigo.
Nunca fui "sonsinha" por isso não sei como é, mas sei que não são melhores do que eu sou. Eu gosto de sair, de me divertir, de me apaixonar, de cometer loucuras, gosto de beber um bocadinho, etc. etc.
Fumar e drogas não, isso não.
Enfim, todos devemos ser respeitados pela opção de vida que escolhemos desde que não estejamos a fazer mal a alguém.

Ana Luísa disse...

Eu também tenho média de 18 (vá, 17,7), também falo com os professores, gosto deles. Vou à missa todos os domingos, não digo asneiras, pelo menos não normalmente. Não costumo sair à noite por falta de meio de transporte e por não me enquadrar exatamente com os sítios que os meus amigos que saem mais frequentam. Não bebo, não fumo, e não, não tenho curiosidade em experimentar drogas.
Mas pasme-se, também gosto de me divertir, também tenho amigos que fumam, que experimentam drogas, que apanham bebedeiras fim de semana sim, fim de semana sim...
Se acho que a minha vida é mais desinteressante? Se acho que estou a desperdiçar os melhores anos da minha vida? Não. A resposta é sem dúvida alguma: Não. Estou apenas a vive-los à minha maneira...
É posts como o teu, e embora eu entenda o teu ponto de vista, são coisa para me questionar, porque se és assim tão open-mind devias não ter pena das tuas colegas, aceitar que elas querem viver assim... Se bem que quem qualifica as pessoas como "decentes" e "indecentes" tendo por base os sítios que frequentam também é bastante questionável.
E é só. By the way, gosto do teu blog e não vejas o meu comentário como algo depreciativo, é apenas uma opinião, que é para o que também servem os blogs (;