quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O amor cega-nos

 Aqui há dias perguntaram-me "O que querias agora? O que queres realmente?". Não foi a resposta usual, um apartamento em Nova Iorque e um belo emprego numa revista de moda, não foi a biblioteca ou o closet dos meus sonhos. Não era nenhum dos meus planos ou sonhos, não! Acabei apenas por responder "Era impossível dares-me o que eu queria", porque para bom entendedor meia palavra basta, a minha amiga já conhece-me à tempo suficiente para saber o que o meu olhar significa. Era que três das pessoas mais importantes no mundo para mim, ficassem saudáveis e que o meu coração deixa-se de doer. Que ficasse tudo bem. É, o amor cega-nos. Mas nem sempre isso é mau!  

1 comentário:

ângelasousa disse...

Vais ver que tudo vai ficar bem!